fazer login

8 Dicas para não esquecer a Nova Ortografia da Língua Portuguesa

Confira essas dicas sobre a nova ortografia da língua Portuguesa

Publicado quarta, 27 de novembro de 2019
[Capa 8 Dicas para não esquecer a Nova Ortografia da Língua Portuguesa]

Considerado um dos idiomas mais difíceis do mundo, o Português brasileiro é um desafio não só para estrangeiros, mas para seu próprio povo. Com mudanças em sua ortografia ao longo das décadas, a língua ficou ainda mais complexa, mas também mais sofisticada.

Atualmente é vigente uma Nova Ortografia que desde 2009 vinha sendo melhorada e facultativa, porém obrigatória agora e que muita gente ainda não aprendeu ou se acostumou com as mudanças.

Para não errar mais no português tupiniquim, confira 8 dicas para não esquecer a Nova Ortografia da Lingua Portuguesa e onde estudar para se aprofundar mais no assunto.

Alfabeto maior

 

O alfabeto em português do Brasil passou a ter 26 letras oficiais, ao contrário das 23 do alfabeto anterior. Isso por que, as letras K, W e Y foram acrescidas ao nosso alfabeto, já que utilizamos muitas palavras que levam essas letras. Exemplos:

- Kilometragem;

- Kilos(quilos);

O fim da trema

 

A trema, sinal para alterar o som de vogais em palavras, foi totalmente abolida de nossa nova Ortografia. Apesar de abolida, o som das palavras continua a mesma e a trema só deve ser mantida em nomes próprios como Müller e Bündchen. As palavras que usavam trema e não necessitam mais são:

- Linguiça;

- Tranquilo;

Sem acento em palavras paroxítonas

 

As palavras paroxítonas, aquelas que a sílaba mais forte é a penúltima, não precisam mais de acento, porém a forma de ler continua a mesma. É o caso de palavras como:

- Ideia;

- Heroico;

Fique de olho no Plural

 

Muita gente acha que plural é só colocar um S a mais e pronto, está resolvido, mas não é bem assim. Apenas palavras terminadas em X são invariáveis e fora isso, sempre terá plural. Por exemplo:

- Sexta-feira= Sextas-feiras;

- Gravidez= Gravidezes.

Mas atenção: Palavras como Guarda Chuva se escreve apenas no plural a palavra Chuva e com hífen. O correto é Guarda-Chuvas.

Ter ou não ter hífen, eis a questão!

 

O hífen serve para separar palavras, mas nem todas precisam dele segundo a nova ortografia da língua portuguesa. Não usa o hífen em palavras com o prefixo terminado em vogal e a primeira letra da próxima palavra for uma vogal diferente. Por exemplo:

- Extraescolar;

- Autoestrada;

- Hidroelétrica;

Bem e mal, Mau e bom

 

A Nova ortografia da Lingua Portuguesa não mudou muita coisa em relação as palavras Bem e mal, mau e bom, porém algumas regras mudaram e é sempre bom relembrar seus significados.

A palavra Mal terá sempre hífen quando a segunda palavra começar com H, L ou por vogal. Exemplos:

- Mal-limpo;

- Mal-humorado.

Quando Mal também se referir a uma doença, como por exemplo ´´Mal Canadense``, sempre exigirá um hífen: Mal-Canadense (sífilis). E é sempre bom lembrar:

- Mal- contrário de bem, algo ruim;

- Mau- contrário de bom, pessoa má;

- Bem- contrário de mal, algo benéfico;

- Bom- contrário de mau, pessoa bondosa.

Consoantes dobradas

 

Palavras que começam com S ou R e terminarem com uma vogal, não deve haver hífen e sim a dobra da consoante. Por exemplo:

- Mini-saia= Minissaia;

- Ante-sala= Antessala;

- Anti-rugas= Antirrugas;

- Ultra-sonografia= Ultrassonografia.

EW Cursos- Nova Ortografia da Língua Portuguesa

 

Para ter um vocabulário mais rico e correto, é preciso aprender com o melhor em cursos online com certificado: para estar mais preparado para o mercado, matricule-se no curso online da Nova Gramática Brasileira da EW Cursos e garanta sua capacitação com certificado reconhecido em todo Brasil.

Acesse já o link e enriqueça ainda mais seu vocabulário com a EW Cursos!