fazer login

Racismo: O que é e como combater este mal na sociedade

Quando uma um grupo de pessoas segrega outros grupos e se intitula superior,...

Publicado quinta, 05 de novembro de 2020
[Capa Racismo: O que é e como combater este mal na sociedade]

Quando uma um grupo de pessoas segrega outros grupos e se intitula superior, isto é considerado racismo. Racismo é toda forma de discriminação e preconceito por causa da posição social, religiosa ou cor da pele, sendo este último caso, o mais comum em todo mundo.

O Brasil é um país considerado racista, tanto que pesquisa recente, mostra que 61% dos brasileiros acham que o país é racista. A pesquisa ainda apurou, que 40% das pessoas que foram entrevistadas, já viram ou passaram por algum tipo de preconceito racial.

O racismo por conta da cor da pele, principalmente contra negros, é o mais comum no Brasil, mesmo que seja algo contraditório, já que o país é considerado o segundo com mais pessoas negras no mundo- fora da África- e com uma das maiores miscigenações do planeta.

Infelizmente o racismo é real e é necessário seu combate massivo, para que as futuras gerações vivam com mais harmonia e respeito. Confira o que é Racismo na teoria e como combater este mal na prática.

Racismo

A palavra racismo não é nova, datando do começo do século 20, porém sua etimologia é mais antiga, datando de séculos anteriores e por outro nome: o racialismo. Ambos os termos são a mesma coisa, porém o que se manteve foi o termo racismo.

O termo se tornou conhecido a partir de meados da década de 1930, por conta da propagação do nazismo na Europa e seu viés doutrinário sobre a supremacia branca, que segregava não só negros, mas principalmente judeus. Por conta do racismo nazista, a segunda guerra mundial ceifou mais de 6 milhões de judeus.

O mundo todo já amargou o racismo de algum modo- ou amarga ainda hoje- por conta do desrespeito, incompreensão e falta de aceitação entre as pessoas. Dentre tantas formas de discriminação, é sem dúvida um preconceito que não deve ser mais tolerado.

Outros povos que sofrem com o racismo no mundo

Racismo: O que é e como combater este mal na sociedade

Além dos judeus no período da segunda guerra mundial, outros povos sofreram e sofrem com o racismo no mundo. Na África do Sul por exemplo, desde a colonização pelos holandeses e outros europeus, a segregação racial era constante, tanto que vimos um dos capítulos mais sangrentos do racismo, com o sistema racial de segregação conhecido como Apartheid, que na língua local significa separação.

O regime foi instituído na África do Sul em 1948 e só acabaria no ano de 1994, com a vitória de Nelson Mandela, líder rebelde que lutou por toda vida contra o racismo tanto em seu país como no mundo.

Outros países com histórico racista é os Estados Unidos.

No país o racismo foi atuante por séculos, tendo feito uso da escravidão de negros por um longo período.

Livres, os negros acabavam não tendo as mesmas oportunidades que os brancos, sofrendo mais para sobreviver.  

Além deles, os asiáticos também encontraram forte oposição racial dos americanos descendentes de europeus, porém os negros acabaram sofrendo muito mais, tanto que a partir da década de 50 e 60, houveram grandes revoluções políticas em relação ao racismo, como a liberação das escolas para negros, o que gerou inúmeros conflitos e mortes em vários estados americanos.

Ainda hoje, os Estados Unidos é um país racista, tanto que uma pesquisa recente constatou que o racismo americano mata mais que o Covid 19. A pesquisa foi feita, depois da morte de George Floyd, americano e negro que foi preso por policiais brancos e morto por um deles. Sua morte desencadeou protestos e novas discussões sobre o racismo no país.    

Racismo no Brasil

Infelizmente o racismo no Brasil é real é acontece desde a era colonial, se tornando um problema social e político.

Assim como acontece nos Estados Unidos, onde os negros, depois de serem escravizados por anos e das formas mais cruéis possíveis, com a abolição da escravatura, começaram a sofrer discriminação velada e terem menos oportunidades, sendo obrigados a viver uma vida com mais sacrifícios e em muitos casos, de miséria.

No Brasil, o negro é associado ao mundo do crime, pois grande parte da população carcerária no país é composta por negros. Ainda assim, existe uma questão socio- cultural e econômica que não dá a mesma estrutura e oportunidades que os brancos recebem, e isto é, infelizmente uma realidade em todo país.

Racismo reverso existe?

Recentemente, uma grande empresa do varejo brasileiro, apresentou propostas de preenchimento de vagas de emprego, onde aceitaria apenas pessoas negras em sua seleção.

Apesar de ter sido uma opção da empresa, muitas pessoas brancas reclamaram que foi tirada a oportunidade delas, pois houve o chamado ´´racismo reverso``. Mas o que é isso? Racismo reverso é um termo brasileiro que caracteriza pessoas brancas que se sentem discriminadas por negros.

Se levarmos em consideração o termo racismo em sua abrangência total e conceito etimológico e teórico, logo, racismo reverso não existe, pois é só um tipo diferente de racismo de fato.

Porém no Brasil, onde o racismo é completamente contra pessoas negras, uma pessoa branca dizer que está sofrendo discriminação por conta da sua cor, pode soar como algo inimaginável.

Então a nível cultural e brasileiro, racismo reverso não existe, já que o negro brasileiro sofre mais discriminação que qualquer outra pessoa com cor de pele diferente. Porém racismo em seu conceito amplo, é qualquer tipo de discriminação pela cor da pele, independente desta cor.

Africanidades e Democracia na EW Cursos

Infelizmente o racismo é real e está em todo lugar, em todas as camadas da sociedade e um mal que deve ser extirpado de nosso meio, já que traz sofrimento, humilhações e desrespeito com nossos semelhantes, apenas por conta da cor da pele ou etnia.

O curso online Africanidades e Democracia da EW Cursos, aborda todos os assuntos pertinentes ao que é e como deve ser combatido este mal em nossa sociedade, além de como podemos viver em harmonia com as outras pessoas.

O curso é indicado para docentes, pessoas mobilizadas em trabalhos assistenciais de vítimas de racismo e qualquer pessoa que queira saber mais sobre o assunto é crescer como ser humano.

A EW Cursos possui mais de 600 cursos online de qualidade, atuais e com certificado válido e aceito em todo Brasil! Matricule-se agora no curso online Racismo da EW Cursos e garanta conhecimento e sucesso profissional!

Leia também